Home » » Eataly Brasil - Um pedacinho da Itália em São Paulo

Eataly Brasil - Um pedacinho da Itália em São Paulo

Escrito por Maurício Rodrigues em 22 de mai de 2015 | 08:00



Essa semana fui conhecer o recém inaugurado Eataly Brasil, em São Paulo-SP e hoje contarei minhas impressões sobre o lugar e darei algumas dicas para você aproveitar esse belo passeio!

Antes de mais nada vale mencionar que o Eataly já tem quase 30 unidades espalhadas pelo mundo e o Brasil foi o escolhido para ter a primeira unidade na América Latina / do Sul.
E o que é esse tal de Eataly? Para quem nunca ouviu falar, ele é um mix muito bem elaborado de mercado com restaurantes, eu diria que é um shopping gastronômico, mas a verdade é que ainda não achei uma palavra que realmente defina para mim o lugar.

Ele foi inaugurado agora no dia 19/05/2015 e foi muito comemorado e falado na mídia, pois por incrível que pareça ainda não tínhamos nada assim aqui no Brasil.
O foco do Eataly são alimentos e gastronomia italiana, portanto é o lugar perfeito para encontrar produtos e restaurantes bem típicos.

Vamos ao que interessa! No final do post vocês podem ver um mapa do lugar com a localização de tudo dentro do Eataly. Ele é composto de três níveis, o térreo, primeiro mezanino e segundo mezanino.



No térreo antes da entrada, na lateral tem o acesso ao estacionamento, que no momento atual é pequeno para o volume de pessoas que visitam o lugar, então por enquanto se não der sorte de ter vagas terá que estacionar no valet do edifício seguinte ou no estacionamento self do conjunto empresarial seguido deste.



Logo ao entrar já vemos a esquerda os caixas e na nossa frente um mundo de coisas. Aqui você pode passear, comprar e fazer refeições tudo ao mesmo tempo, paga os restaurantes e algumas poucas coisas na hora e os produtos no caixa logo na saída, o que achei bem legal. Então na entrada já pegue sua cestinha ou carrinho e prepare-se, só coisas muito legais estarão a sua frente rs



No vão central há barraquinhas lindas onde há frutas, verduras e ingredientes frescos de todos os tipos, de uma qualidade impecável, realmente fiquei maravilhado com a qualidade. Provei algumas frutas que me foram oferecidas e confesso que algumas delas eram tão doces e saborosas como nunca provei. Os preços dessas maravilhas são um pouco mais altos do que os que encontramos em feiras livres e supermercados, mas depois que parei e vi a qualidade eu diria que é o preço mesmo. Achei esta área muito linda, cores vibrantes e beleza vegetal.



Ao redor dessa área central de hortifruti há muitas gondolas e prateleiras com produtos dos mais variados, conforme vamos dando a volta eles vão mudando, essa organização também gostei muito, está em um sentido muito bom.
Há utensílios de cozinha, como as linhas da KitchenAid e Marcato, produtos de casa como pratos, taças, utensílios para servir...



...tem também chocolates, doces, geleias, bebidas geladas ou em temperatura ambiente....



...sabonetes muito cheirosos, artigos de decoração, o livro do Eataly, embutidos e laticínios!



E na margem final deste vão estão algumas lojas, como a loja da Nutella, que tem até uma Nutella em edição especial para ser comprada com o nome São Paulo em homenagem a cidade, fazem também lindos crepes recheados com o famoso creme de avelãs claro. Uma sorveteria italiana Venchi, que particularmente tem um dos melhores sorvetes que já provei na vida (coloquei fotos com preços no final).



Mais a frente um box de cervejas e ao lado uma linda padaria, com pães rústicos lindos e que nos deixam babando, e a cozinha deles é toda de vidro, onde podemos acompanhar os padeiros trabalhando com as massas, são super simpáticos. O preços dos pães é bem justo, o mesmo que encontramos em padarias comuns, achei bacana isso, e além dos pães eles fazem focaccias lindas e com preço bem em conta, doces e salgadas, você pode comprar e sentar nas mesinhas em frente para comer e beber à vontade, é uma opção gostosa e barata. A fila estava grande o tempo todo, mas seguia rápida.
Uma cutelaria / queijaria linda, com queijos e embutidos dos mais variados, esses com preços mais salgados.
Também há alguns cafés, sanduícherias, loja de chocolates da Venchi, mini confeitaria e um restaurante onde podemos tomar vinhos, saladas lindas, tabuas de queijos e frios, etc....
Bastante coisa não é? rs.... mas tudo muito bom.



No segundo andar uma coisa que me chamou a atenção logo de cara é uma oliveira, uma árvore grande que dizia ter sido trazida do interior de São Paulo.
Uma área só de massas, grissinis e crostatas, molhos, antepastos, temperos e conservas de todos os tipos, arroz para risotos, farinhas italianas e até trufas, que aliás não achei caras.
Uma grande área de vinhos e azeites, estes tem para todos os gostos e bolsos, alguns em preços normais, outros um pouco mais caros, mas é o preço da experiência.



E no segundo andar é onde há os restaurantes mais comentados, que são o restaurante de pescados frescos Il Pesce, achei os pratos lindos, o restaurante especializado em carnes La Carne, a tratoria La Pasta e pizzaria Rossopomodoro, estas duas são anexas uma a outra, mesma entrada e mesmas mesas. Na tratoria servem massas maravilhosas e aromáticas e na pizzaria basicamente pizzas napolitanas, que são anunciadas como individuas, mas na minha opinião servem tranquilamente duas pessoas. As pizzas aqui são feitas em dois grandes fornos trazidos da Itália e ficam prontas rapidamente.
Enquanto você espera sua pizza pode pedir as bebidas, que podem ser cerveja, vinho ou sodas italianas, que foi o que pedi, deliciosas e exóticas, e também são oferecidos (mas cobrados) saquinhos com couver, contendo duas ou três fatias de pão italiano e azeite no pires para degustar junto, esse eu provei, mas passaria.
Outra coisa importante de se falar é que aqui são servidas pizzas napolitanas, que são bem diferentes das brasileiras e norte-americanas, eu adoro, mas nem todo mundo gosta, são bem cheias de molho fresco, pouco queijo, massa básicas e ervas por cima. Não tenha vergonha de comer a fatia com as mãos, isso não é falta de educação rs... (precinhos no final do post)



Nesse andar também tem um café, com poltronas confortáveis mas apertadinhas umas com as outras, uma peixaria e um pastifício, onde podemos ver as massas sendo feitas e comprar massas frescas dos mais variados tipos, encantador.
Também tem uma escola de gastronomia nesse andar, falarei mais abaixo.



No ultimo andar funciona um restaurante, o Brace Bar e Griglia, quem tem um barzinho na frente, com uma linda vista para todo o Eataly, e tem um restaurante grill, com carnes feitas no fogo, dá para ver pelo lado de fora e dentro é basicamente um terraço bem bonito.
Ao lado tem uma pequena cervejaria artesanal, estava ainda em finalização, mas me disseram que lá serão fabricadas cervejas que serão vendidas ali mesmo no Eataly, aliás algumas coisas servidas por lá são fabricadas lá mesmo, como os pães, a muçarela... outros são importados pelo próprio Eataly mas rotulados no Brasil em português.


Uma coisa curiosa é que me deparei com turistas e famílias italianas passeando e aproveitando o lugar, muito legal.

Pronto, agora o passeio terminou, vá para os caixas e vá sonhando com esse lugar delicioso para casa rs...

Informações relevantes:
Internet grátis. Há acessos especiais, banheiros e elevadores. Eles fazem cursos e degustações pagas que podem ser compradas por telefone ou diretamente no balcão de atendimento. Tem também oficinas infantis. Todos com chefs renomados e especialistas nas áreas. O Eataly em si abre e fecha em um horário, mas os restaurantes abrem em dois turnos, almoço e jantar, no meio tempo ficam fechados, então se quiser ir em algum dos restaurantes se programe.
Se for comer nos restaurantes chegue antes de abrirem e pegue a fila, principalmente se for no horário do jantar. Assim que abrem liberam a entrada dos primeiros e os demais são cadastrados em um tablet com sistema que mostra e avisa sua posição na fila direto no seu celular, e avisa quando chegou a sua vez.


Mais fotos para vocês:



Endereço: Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1489 - São Paulo-SP
Horário de funcionamento: Todos os dias das 8h às 23h, os restaurantes de segunda à sexta das 11h30 às 15h e das 18h30 às 23h, sábados e domingos das 12h às 16h e das 19h às 23h.
Site: www.eataly.com.br / Facebook: facebook.com/eatalybrasil / Instagram: @eatalybr
Telefone: (11) 3279-3300
SHARE

Sobre Maurício Rodrigues

Blogueiro dos blogs Fritadeira Sem Óleo, Receitas na Pressão, Máquina de Pão e Sou Gourmet. Apaixonado por eletrodomésticos, produtos, temperos, filmes, e claro comer, beber e viver no maravilhoso mundo da culinária.

5 comentários :

  1. Muito legal a descrição do lugar...bem detalhado!
    Quero conhecer alguns lugares de São Paulo, como o mercado Municipal o Restaurante do Jaime Oliver e este agora entrou pra lista.
    Obrigada Maurício.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela matéria , Mauricio , obrigada por compartilhar...

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela matéria , Mauricio , obrigada por compartilhar...

    ResponderExcluir
  4. Grata pela dica de apresentar esse novo lugar...Hummm..deve ter coisas que não vemos todos os dias nos mercados de São Paulo.

    ResponderExcluir